20.2 C
Dourados
segunda-feira, 15 de agosto, 2022

Eduardo Riedel reúne a imprensa e destaca Dourados no cenário econômico

O pré-candidato ao governo do Estado, Eduardo Riedel (PSDB), se reuniu na noite de quarta-feira (20), com a imprensa de Dourados e logo de início já destacou o município como polo industrial e que tem grande contribuição para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul.

Riedel foi questionado sobre a escolha do vice e se o mesmo pode ser de Dourados.

“Dourados é a segunda maior cidade do Estado, é polo industrial que muito contribui para o desenvolvimento do nosso Estado, é preciso olhar muito bem para isso e ter consciência do protagonismo da cidade em relação às decisões de governo. Diante disso, as conversas com lideranças políticas estão em discussão”, afirmou.

Segundo o político, existe uma predefinição de aliança majoritária e a princípio um alinhamento com os partidos PP (Partido Progressistas), PL (Partido Liberal) e Republicanos.

Indagado sobre a avaliação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) na maior cidade do interior de MS, o pré-candidato comentou que, “o Reinaldo sempre olhou para Dourados, assim como fez com todos os demais municípios, é preciso dizer que quando a atual gestão assumiu enfrentávamos a maior crise do Brasil, e ele [Reinaldo] implantou reformas no Estado que até hoje Brasília discute. É muito claro que precisamos ter responsabilidade com MS”, concluiu.

Após a fala com os jornalistas, Eduardo Riedel se encontrou com o prefeito Alan Guedes, no Clube Nipônico. O chefe do Executivo municipal afirmou apoio ao pré-candidato, justificando que, “tanto o Riedel, quanto o Reinaldo, estiveram ao meu lado, ao lado de Dourados desde o primeiro dia da nossa administração. Em nenhum momento eles deram importância ao fato de estarmos em palanques opostos na eleição municipal, pelo contrário, eles nunca condicionaram o apoio a Dourados”, disse.

Riedel disse que o objetivo é seguir o governo municipalista implantado por Azambuja. “Passada a eleição, temos que virar a página da política e passar a trabalhar pelos sul-mato-grossenses pelas mãos de prefeitos e vereadores de todos os 79 municípios”.

Comentários do Facebook

Matérias relacionadas

- Anúncio -

últimas notícias

- Anúncio -
Comentários do Facebook