21.9 C
Dourados
sábado, 23 de outubro, 2021

Governo inicia recuperação de área que foi destruída por incêndio no Parque dos Poderes

Por meio de uma parceria com Águas Guariroba, a Prefeitura do Parque dos Poderes iniciou a recuperação de 10 mil metros de área que foi destruída com incêndio florestal em agosto. Na primeira etapa serão plantadas 500 mudas de plantas nativas do Cerrado, mas a expectativa é de 1,5 mil para cobrir o espaço que foi devastado.

“Estamos hoje plantando as dez primeiras mudas de forma simbólica, para representar esta recuperação de toda área que foi destruída. Assim que o clima mudar e começar a época de chuvas este replantio será intensificado”, explicou o prefeito do Parque dos Poderes, Daniel Paulo Escobar.

As mudas serão doadas pela empresa Águas Guariroba, que dispõe de um viveiro onde se produz 50 mil mudas por ano. “Temos este viveiro desde 2012, com a função de contribuir com a recuperação ambiental. Resolvemos fazer esta parceria e disponibilizar as mudas para o Parque, para ajudar na recuperação da área que foi queimada”, descreveu o gerente de Meio Ambiente da empresa, Fernando Garayo.

O diretor da Acadepol (Academia de Polícia Civil de MS), Roberto Gurgel de Oliveira, também participou do ato simbólico nesta terça-feira (21), já que a academia foi um dos locais que mais tiveram danos com o incêndio florestal.

“Durante o incêndio foi muito triste ver os danos ambientais causados, assim como aqueles que atingiram a área da academia. Temos muito apreço por este local, que é a porta de entrada dos novos policiais. Hoje é um dia especial, pois vivemos o momento de recuperação de um local tão importante”, afirmou o diretor.

O prefeito do Parque também adiantou que já está em estudo alternativas para conter eventuais incêndios futuros no local. “Estamos estudando por exemplo a implantação de uma drenagem manual em torno de toda mata, para conter queimadas com mais eficiência e evitar danos maiores”.

O incêndio que destruiu por volta de 10 mil metros de área nativa no Parque dos Poderes ocorreu no dia 19 de agosto. A queimada teve origem criminosa, por isso foi aberto investigação, que tem como suspeito um idoso de 81 anos. Ele foi identificado por imagens de câmeras de segurança de residências da região.

Fonte: ms.gov

Comentários do Facebook

Matérias relacionadas

- Anúncio -

últimas notícias

- Anúncio -
Comentários do Facebook